PSP alerta sobre burlas MBWay

PSP alerta sobre burlas MBWay

A Polícia de Segurança Pública (PSP) alerta, através da sua página no Facebook, que tem vindo a detetar um aumento de incidentes relacionados com burlas através do MBWay, com observável aumento deste género de burlas, passando de 99 registos em 2018 para 135 registos a 31 de Maio de 2019.

Já no início deste ano numa colaboração entre a Polícia Judiciária e a SIBS/Paywatch, foi localizada em Setúbal, detida e identificada uma mulher de 29 anos, suspeita de ter burlado dezenas de pessoas em montante superior a 50 mil euros, por burlas através deste serviço.

Segundo o comunicado divulgado então pela PJ, “A investigação efetuada permitiu desmontar um esquema fraudulento de aquisição e venda de artigos diversos através da internet (OLX), que lesou dezenas de pessoas, desde fevereiro de 2018”.

Autoridades estudam modo de operação

De acordo com a comunicação da PSP, é ainda identificado um Modus Operandi que, apesar de algumas variações, “consiste no aproveitamento feito aos anúncios que as vítimas colocam online para venda de objetos em sites dedicados a este tipo de comércio (OLX, CustoJusto, entre outros). Posteriormente, são contactados telefonicamente por supostos compradores – os burlões, que mostram interesse naquela compra. Na sequência desse contacto, os burlões convencem as vítimas a dirigirem-se a um ATM para, supostamente, efetuarem o pagamento do objeto via MB WAY. Quando conseguem enganar a vítima, aproveitam o desconhecimento que a vítima possui sobre a aplicação MB WAY e, através de indicações enganosas sobre os procedimentos a adotarem, conseguem aceder à conta bancária da vítima e fazer vários levantamentos e compras de forma ilegítima.”

“A vítima, é, assim, levada a introduzir no ATM o número de telemóvel do suspeito e o fornecimento do respetivo código, associando-o ao seu cartão de Multibanco, convencida de que são os procedimentos próprios para receber o pagamento através do MB WAY, acabando por cair na armadilha. Convencida de que está a ajudar o potencial comprador a pagar o objeto está, efetivamente, a dar-lhe a capacidade de acesso à conta que está associada ao seu cartão de Multibanco, permitindo assim os levantamentos indevidos da sua conta bancária.”

A PSP acrescenta ainda várias recomendações a tomar em consideração ao serviço MB Way, de forma a tentar evitar este género de burlas.

Recomendações para os cidadãos

  1. Se não compreende o funcionamento da aplicação MB WAY, recuse o pagamento por esta via;
  2. Em caso de dúvida, solicite informação ao seu Banco sobre o funcionamento do MB WAY antes de o utilizar;
  3. Tente sempre fazer os negócios de forma presencial se estiver na mesma área geográfica do comprador;
  4. Tente receber os pagamentos presencialmente ou através de transferência bancária;
  5. Nunca siga instruções de desconhecidos para fazer pagamentos por MB WAY.

Partilhe esta notícia

Últimas notícias

  • Crédito Consolidado: O que você precisa saber

    saiba mais
  • Renegociar crédito habitação: poupe sem sair de casa

    saiba mais
  • Rendimento extra para trabalhadores em lay-off: conheça as regras

    saiba mais